• A TELA NA SALA DE AULA

Que bonito é…

… ver a garotada chegando com as professoras no shopping, na maior farra, subindo as escadas rolantes, entrando no Cinemark prá ver o filme, pegando a pipoca, o refrigerante, escolhendo lugar, chamando os amigos, rindo de tudo e de todos.

Apaga a luz. Acende a tela. Vão se acalmando, finalmente se calando e sendo vencidos pelo encanto inigualável do cinema.

Que bonito é…

Acompanhar as emoções brotando: risos, sustos, empolgação na hora do beijo, torcida pelo herói, gritos e assovios pelo desfecho e finalmente aplausos ao final do filme. Acende a luz e eles se vão, modificados pela experiência, loucos prá comentar o que viram, prontos para as conversas e atividades que acontecerão na escola e darão continuidade à aventura de fazer do cinema uma ferramenta educacional.

Sem títul21o

  • OFICINA DE CINEMA DE ANIMAÇÃO

Animação é com a gente mesmo.

O Festival? Animadíssimo. As crianças? Animadíssimas! Os filmes? Muitos de animação!

Mas o auge da animação acontece nas nossas oficinas, onde a garotada entende e faz filmes de animação.

  • TAINÁ, A TRILOGIA

Ao mesmo tempo em que ficamos orgulhosos por trazer filmes de todo mundo, temos um especial prazer em exibir a nossa produção cinematográfica infantil. O herói é um exemplo a seguir. Acompanhamos suas aventuras como se as estivéssemos vivenciando. E chega um momento em que pensamos, diante de uma situação complicada, como reagiria o meu herói? O que ele faria numa hora dessas. Geralmente as crianças têm ídolos que vieram de outros lugares ou viveram em outros tempos. Poucas vezes elas têm oportunidade de conhecer um herói brasileiro que viva a realidade do nosso país e enfrente problemas que são nossos. Daí, a enorme alegria em receber a trilogia de Tainá neste Festival. A pequena heroína traz a Amazônia e a realidade dos habitantes desta região. Os filmes tem o colorido e a beleza de um Brasil que nossas crianças precisam conhecer, admirar e valorizar. Portanto, bem vinda à nossa festa, pequena guerreira. Você traz nossa alma e a de nossa maior riqueza.

  • FÓRUM PENSAR A INFÂNCIA

Saiba mais sobre o Fórum.

Sem título

  • DUBLAGEM AO VIVO

A voz humana consiste no som produzido pelo ser humano usando suas cordas vocais para falar, cantar, gargalhar, chorar, gritar, etc. Sua frequência varia entre 50 e 3400 Hz. Dito assim, parece simples. Mas só quando vemos os profissionais de dublagem interpretando todas as vozes de um filme, entendemos do que a voz humana é capaz. Uma oportunidade imperdível de conhecer os rostos por trás de vozes que tanto nos emocionam e nos remetem a personagens muito amados.

  • MOSTRA NOVOS JOVENS

A mostra Novos Jovens apresenta sessões seguidas de debates. Depois de mostrarmos, desde 2010, filmes de outros países com abordagens importantes e temas universais, em 2016 mostraremos nossa riqueza cultural através de ótimos filmes brasileiros, feitos a partir de títulos consagrados da nossa literatura. A adaptação literária, arte entre dois mundos, extrapola todas as qualidades do cinema e mostra que somos um povo que sabe contar bem uma história seja escrevendo ou filmando.

cientista

  • O PEQUENO CIENTISTA

As crianças se interessam muito pelas coisas da natureza. Algumas delas nunca param de se interessar e quando crescem viram cientistas. O Pequeno Cientista é esse encontro de crianças e cientistas, sempre trocando curiosidade por conhecimento, informação por questionamento e observação por descoberta.

  • O PEQUENO JORNALISTA

Eles estão apenas começando a ver filmes e a se interessar por cinema. Mais tarde, serão influenciados pela mídia ou pelo boca à boca dos amigos, na escolha dos filmes. Mas, chegará o dia em que vão basear suas escolhas nas colunas especializadas e abrirão o jornal para saber qual é o melhor filme do momento. Neste dia, lembrarão que estiveram no FICI, conheceram um jornalista e com ele compartilharam a emoção do cinema e aprenderam a escrever uma crítica, uma resenha ou um artigo relacionado a uma produção cinematográfica.

Páginas similares