Ritos de passagem são aqueles que marcam momentos importantes na vida das pessoas. Fazer 15 anos é um deles. No meio do caminho entre a infância e a vida adulta, a descoberta da identidade e de outras formas de ver o mundo.

Ao fazer 15 anos, nossa reflexão maior está voltada para as crianças que viram os filmes da primeira edição e que talvez estejam retornando para proporcionar aos filhos a mesma emoção de ver o panorama mundial do Cinema Infantil.

Lembrando os 15 cartazes do Festival e suas atrações, vemos a nossa identidade totalmente revelada e temos a feliz certeza de estar apenas seguindo uma longa e produtiva trajetória.

É muito bom lembrar o que foi feito. Melhor ainda é levantar os olhos. Olhar para a frente e vislumbrar o que está por vir.

Olhar para trás é importante, mas olhar para frente é muito melhor!

FILME DE ABERTURA DAS SESSÕES DO FESTIVAL:

O MENOR HOMEM DO MUNDO (El Hombre Más Chiquito Del Mundo) de Juan Pablo Zaramella. Série de animação franco-argentina com episódios de 1 minuto.

 

 

 

 

Páginas similares